Número de ônibus no Empório Vila Germânica cresce 27% na primeira quinzena de dezembro

Na primeira quinzena de dezembro, o Empório Vila Germânica registrou a visita de 188 ônibus de turismo. O número é 27% maior do que o mesmo período de 2013. O destaque fica por conta da visita dos chilenos (que vieram em 105 ônibus) e dos turistas de estados do Sudeste. Este índice é 84,3% maior do que o registrado em todo o mês de novembro, mês que já tinha representado crescimento.

No 11º mês do ano, foram 102 ônibus – 8,5% a mais do que no mesmo período de 2013. No mês passado, destacam-se os estados de São Paulo e Rio de Janeiro que, juntos, responderam por 50 ônibus de visitantes.

Valmir aponta que, para que esse número cresça ainda mais, três pontos são fundamentais: o fortalecimento dos pontos turísticos da região, a criação de novos atrativos e mais divulgação. “Recebemos muitas pessoas que estão na região para os parques aquáticos, por exemplo. Precisamos que a aliança tanto entre as empresas quanto entre as iniciativas pública e privada seja fortalecida”, comenta.

O Empório Vila Germânica tem 25 estabelecimentos entre lojas, pontos gastronômicos e escritórios. Funciona todos os dias, o ano todo.

Japão e Tailândia também nos visitam
Visitantes de dois países distantes e sem histórico de visitas a Blumenau chamam a atenção nos registros do Empório Vila Germânica. Em novembro, um ônibus de japoneses visitou o complexo. Já em dezembro, turistas vieram da Tailândia. De acordo com o diretor do Empório Vila Germânica, essas pessoas chegarão ao complexo por indicação de guias e hoteis.

Valmir reforça a importância da preparação do trade para atender a esse tipo de turista – seja com atendentes que têm uma segunda língua fluente ou mesmo com a vontade de fazer acontecer. “Mesmo que a única forma de comunicação com essas pessoas seja gestual, quando se leva a situação com seriedade e mostra para o turista que queremos atende-lo bem, ele se encanta”, acrescenta.

Os visitantes brasileiros vêm de vários locais. Dos mais distantes (como Manaus, na Amazônia) até os mais próximos (como Curitiba, no Paraná). Os estados mais representativos no número de ônibus, no entanto, são Rio de Janeiro e São Paulo.

Imagem: Daniel Zimmermann/Divulgação

Imagem: Daniel Zimmermann/Divulgação

Anúncios